2014

 

Você foi duro, 2014. Como um pai severo, tirou de mim coisas que muito amava, como brinquedos favoritos com que se passa a maior parte do tempo e se conforta em dias áridos. Mas eu sei que você, 2014-pai, via que aqueles brinquedos só sugavam de mim o meu melhor e me drenavam energia. E eu não saberia deixá-los sem sua mão forte. Mas reconheço também as muitas vezes que recompensou meus acertos e foi generoso, me dando outras possibilidade de realização, brincadeiras e conforto. Obrigada por tudo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s