Daqui

Desde o início deste ano estive me dedicando ao projeto do meu segundo livro de poemas, Daqui, que foi contemplado com uma bolsa de incentivo à criação literária do ProAC (Programa de Ação Cultural, Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo) no final de 2015.

Nesse novo projeto, busquei dar continuidade à minha pesquisa estética iniciada com meu primeiro livro, Pequenos afazeres domésticos (2011), em que o espaço poético é o fio condutor da obra e os cenários do cotidiano do indivíduo urbano (e, por que não dizer, paulistano) trabalham simbolicamente no universo dessa poética buscada. No caso de Daqui, no entanto, importa mais o lugar do “aqui” de onde fala o enunciador, ou seja, o seu tempo presente, as suas observações do mundo que o cerca, sua relação com o entorno, o agora.

Então, o lugar de onde fala esse sujeito foi constantemente investigado durante a escritura dos poemas, que se compuseram em múltiplas vozes saltadas das relações estabelecidas com a sociedade e dos desejos que o movem – um sujeito que se coloca tanto para fora quanto para dentro de si, que ora está na rua, vivenciando a cidade e os contatos humanos; e ora está no porão de sua casa, fechado em si mesmo, mergulhado no inconsciente – o não deixa de ser também uma resposta ao seu tempo.

E para dar conta dessas questões provocadas por um mundo ao mesmo tempo metódico e caótico, o livro foi dividido em duas partes que dialogam entre si e se complementam. A primeira (“Dentro”) tem como mote a “razão” e a segunda (“Fora”),  a “loucura”. A pesquisa e a criação dos poemas do livro se orientaram por essa dicotomia, presente como forma e conteúdo.

O percurso até aqui foi, como o próprio ritmo do livro, cheio de altos e baixos. O desafio de que os poemas conversassem entre si e que as partes fossem ao mesmo tempo interligadas e também “fissuradas” foi grande. Mas chegar a esse produto final (com várias reescrituras, reorganizações e até cortes finais) me deu grande satisfação. Bom, é difícil pôr um ponto final em uma obra, mas declaro a minha pontuada daqui em diante.

Ah, o livro será publicado em breve pela Editora Patuá. Avisarei aqui quando sair, claro.

 

                                                                                  

                                                                                               Realização:

proacsp_incentivoacultura                    CULTURA_V_PR